Comissão de Finanças da AL/RS aprova proposta de Lei orçamentária

Sombra horizontal g
  • 18/11/2021

Comissão de Finanças da AL/RS aprova proposta de Lei orçamentária 2022, de relatoria do Deputado Wesp

Whatsapp image 2021 11 18 at 15.02.20 1024x725

Créditos:

O deputado estadual Mateus Wesp (PSDB) apresentou, nesta quinta-feira (18), o relatório final da proposta de Lei Orçamentária 2022, que estima a receita e fixa as despesas do Estado do RS para o próximo ano. Com mais de quatro horas de comissão, o projeto foi aprovado com 10 votos favoráveis e dois contrários. Agora, o próximo passo, será a votação do orçamento no plenário da Assembleia Legislativa, ainda neste ano.

A maior novidade do Orçamento 2022 está em um ponto de grande importância para todos os gaúchos: há previsão e investimentos, com recursos extraordinários das privatizações, de cerca de R$ 1 bilhão. Um montante de investimentos que há muito tempo não se via no Rio Grande do Sul.

De acordo com o deputado Wesp, a recuperação dessa capacidade de investimento só é possível graças ao esforço de ajuste que está sendo feito nos últimos anos. “Desde 2020 o parlamento apresenta um orçamento realista, que não prevê receitas fictícias para encobrir a má situação orçamentária do Estado. Continuamos com essa política no Orçamento 2022, porque é assim que queremos fazer o orçamento do nosso Estado: com integridade, retratando fielmente a situação das finanças estaduais”, afirmou o parlamentar.

Além disso, avançamos no desenvolvimento econômico do RS. Ao mesmo tempo em que conseguimos voltar a pagar o décimo terceiro do servidor em dia, também teremos uma redução de impostos que fará com que, a partir de primeiro de janeiro de 2022, tenhamos as menores alíquotas de ICMS do Brasil.

Essa é a terceira vez que o deputado Mateus Wesp é o relator do Orçamento do Estado. O parlamentar define o PLOA 2022 como mais um passo na direção certa. “Na direção do equilíbrio das contas públicas, que é condição essencial para que o Estado possa atender melhor a nossa população, ampliando os investimentos em infraestrutura, saúde, segurança e educação”.

Por Equipe Wesp